Trecho de vídeo gravado pela modelo que acusa Neymar revela momentos de tensão entre ambos
06/06/2019 07:26 em Nacionais

Trecho do vídeo gravado pela modelo Nájila Mendes de Souza dentro de um quarto de hotel de Paris revela momentos de tensão entre ela e o atacante Neymar.

As imagens foram captadas pelo celular da modelo em um segundo encontro entre os dois, em maio.

O vídeo de 1 minuto e 5 segundos mostra o jogador na cama; na sequência, aparece a jovem que se deita sobre o atleta do PSG e da seleção brasileira.

Os dois conversam amistosamente até que, em determinado momento, ouve-se um tapa e Neymar diz "não me bate não".

O casal se levanta; Nájila Mendes de Souza parte, então, em direção ao atacante:

De acordo com um dos advogados da modelo Nájila Mendes de Souza, o vídeo na íntegra tem 7 minutos.

Danilo Garcia de Andrade diz que o objetivo dela ao reencontrar Neymar depois do suposto estupro era obter uma prova contra o jogador:

Nájila Mendes de Souza falou pela primeira vez sobre o que teria ocorrido dentro do quarto em entrevista ao jornalista Roberto Cabrini, do SBT.

A modelo confirmou que foi a Paris para ter relações sexuais com Neymar, que pagou as despesas da viagem:

A mulher que acusa Neymar de estupro e agressão afirma que, ao recebê-lo no hotel, o jogador demonstrou um comportamento diferente:

A modelo afirma que deixou claro que não haveria relação sexual sem o uso de preservativo, mas Neymar ignorou o alerta:

A polícia já intimou 3 vezes a modelo a prestar um novo depoimento, mas Nájila Mendes de Souza não apareceu na delegacia da mulher em São Paulo.

No Rio de Janeiro, os investigadores esperam ouvir o Neymar nesta sexta-feira - ele será liberado pela CBF.

O jogador é investigado por crime cibernético, por ter divulgado fotos íntimas da mulher.

A advogada de Neymar, Maíra Fernandes, garante que ele vai se apresentar:

O exame de corpo de delito em Nájila Mendes de Souza identificou somente uma lesão em um dos dedos das mãos da jovem

A polícia não descarta, porém, que ela tenha sofrido alguma violência sexual e quer que um grupo de médicos analise o laudo particular feito pela mulher.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!