Jakson Duarte é o entrevistado da série "Novas Caras"
07/07/2016 15:24 em Locais

Continuando a série “Novas Caras” da Rádio Sertão Web (RSW) o entrevistado é o pré-candidato a vereador pelo PC do B nas próximas eleições Jackson Duarte

RSW - Quem é Jacson Duarte?

JAKSON DUARTE: Filho de Maria do Socorro e Cícero Pereira, vindo de uma família humilde, mas, unida e honrada, dentro deste seio familiar aprendi a valorizar, a honestidade, o respeito, o trabalho e a educação, minha mãe apesar das enormes dificuldades financeiras sempre priorizou os estudos dos 8 filhos, no nosso lar não tínhamos luxo, mas, caderno, lápis, caneta e borracha não faltaram.

Sou servidor do Tribunal de Justiça do Maranhão, professor e blogueiro, graduado em Matemática pela Universidade Estadual do Maranhão – UEMA, tenho especialização em Administração pública,  sou secretário de finanças do Sindicato dos Profissionais da Educação-SINPROED, sou filiado e componho o diretório do Partido Comunista do Brasil – PCdoB, desde 2014, minha escolha por esse partido se deu basicamente por ser um partido de luta, comprometidos com os interesses da sociedade, com a mobilização popular e acima de tudo com a melhoria na educação, nosso diretório é todo composto por professores.

RSW - Porque é  pré-candidato a Vereador?

JAKSON DUARTE: De certa forma sempre estive inserido dentro da política patoense, as articulações, as opiniões e cobranças expostas no meu blog mostram um pouco isso. Minha pré-candidatura brotou de forma natural, nada foi compelido, ao contrário até resignei a ideia de início, mas, o respeito e aceitação da sociedade e dos companheiros de partido, me fizeram aceitar o desafio da pré-candidatura. Mas acima de tudo, acolhi o projeto por acreditar que posso contribuir de forma direta em defesa do cidadão patoense, elaborando leis e projetos que tragam verdadeiramente benefícios a nossa cidade, em todos os segmentos, educação, saúde, segurança, etc., entendo que possuo a capacidade e competência para encaminhá-los ao executivo para que sejam postos em prática.

RSW - -Como sua atividade profissional poderá contribuir para que você desenvolva um bom trabalho, caso seja eleito?

JAKSON DUARTE – No Tribunal de Justiça, especificamente no juizado especial, tenho o privilégio de ter o contato direto com a população, da zona urbana e rural onde ouço e converso sobre vários problemas do cotidiano.  Ainda tenho o privilégio de conviver com advogados, juiz, promotor, delegado, adquirindo assim um enriquecimento pessoal incrível, sem contar a bagagem que trago nestes 10 anos como servidor da justiça, angariando conhecimentos acerca de leis e diretrizes jurídicas, essenciais para o cargo de vereador.

Já experiência em sala de aula, me deu a possibilidade de conviver com jovens e crianças de todas as classes sociais, da zona urbana e rural, se estendendo também a suas famílias, onde pude constatar suas peculiaridades, me permitindo criar uma rede de contatos em várias localidades do nosso município e entender suas necessidades.  E hoje atuando no sindicato dos educadores, tenho possibilidade de agir em prol da categoria, na luta por nossos direitos e em busca de melhorias para a classe que está carente de um representante que conheça os reais anseios, direitos, leis, regimento, reivindicações, tão necessários para a valorização e o bom andamento da educação, em nosso município.

RSW -  ainda como pré-candidato, já começou os trabalhos de base? Como estão os apoios? E quanto aos pré-candidatos à prefeito, já decidiu quem vai apoiar?

JAKSON DUARTE - Vamos iniciar uma nova experiência política no nosso município, eu estou convencido que é um momento histórico para nós, onde vamos reaprender a valorizar o trabalho de base, será um período mais curto de campanha e com menos gastos, nossa base está basicamente nos militantes do nosso partido, formado na sua maioria por professores e servidores da educação, será um trabalho de formiguinha, onde cada um tentará levar a mensagem de uma mudança com qualidade, competência e capacidade. Temos a honra de ter o apoio de grandes nomes como, Professor Hélio Pereira, Professora Vilmara, entre outros companheiros, com o mesmo grau de importância.

Nossa sigla tem o vereador Jardel Miranda como pré-candidato, há ainda outros nomes que podem vim a encabeçar a chapa, estamos em fase de articulações, acredito que em breve isso será definido.

RSW - Como você avalia este o atual momento político de nossa cidade?

JAKSON DUARTE – Com a proximidade das eleições, percebemos que os ânimos se exacerbam, e os debates acerca do assunto começam a vim à tona, mas, isso não significa que estamos vivendo um momento político produtivo, que vise melhorias para a população, na maioria destes debates, dos quais observamos, são originárias da “paixonite política”, semelhante à paixão por um time de futebol, onde cada um defende sua bandeira, sem uma análise crítica acerca da competência, preparo e da idoneidade deste político. Acho que ainda precisamos amadurecer muito neste sentido, olhar com mais seriedade e com mais impessoalidade esse processo importantíssimo que é a política.

RSW - O que você sugeria se fosse convidado para colabora com uma reforma política no nosso pais?

JAKSON DUARTE – As mudanças aprovadas até aqui, se sobreviverem às duas rodadas no Senado, mais atrapalham do que ajudam. O fim da reeleição para o Executivo parece-me um equívoco, seria mais sensato limitar a reeleição a dois mandatos, sem a possibilidade de o governante voltar a concorrer, como ocorre nos EUA. Sou a favor também de limitar o número de mandatos no Legislativo, posto que incentiva à perpetuação de políticos no Parlamento e desestimula a renovação política. Sou contra também a obrigatoriedade da votação, em um regime democrático isso não deveria ocorrer, o voto deveria ser facultativo a todos.

RSW – Quais projetos, caso seja eleito, você já teria para ser apresentado?

JAKSON DUARTE – Tenho várias propostas e projetos, em todos os segmentos, mas, entendamos que o processo eleitoral é também uma disputa, onde as melhores idéias e projetos podem fazer a diferença na escolha do eleitor, por tanto, prefiro neste momento por motivos óbvios não exibi-los.

RSW – Você tem discutido os problemas que afetam a sua comunidade? Quais são os prioritários?

JAKSON DUARTE – Os problemas de nossa cidade são inerentes ao nosso cotidiano, estamos inseridos neles e sofremos suas consequências, acredito que um dos mais emergenciais hoje, seria o aumento substancial no consumo de drogas ilícitas, que acarreta violência, roubo, evasão escolar, etc., por tanto afeta a educação, saúde, segurança, acredito que políticas de prevenção e conscientização, na família, escola e sociedade, hoje são mais que necessárias.

9 – Na sua opinião qual a relação que o vereador deve ter com o prefeito?

JAKSON DUARTE – O compromisso do vereador é prioritariamente com o povo, o relacionamento deste com o gestor municipal deve ser de harmonia e de respeito, visando sempre o interesse da população, independente do partido ou legenda que estes se elejam.

RSW – Qual sua opinião sobre a lei da Ficha Limpa. Ela tem realmente colaborado para diminuir a corrupção no pais?

JAKSON DUARTE- Criada através de uma manifestação popular a Lei Complementar n.º 135/2010, do ponto de vista moral, representa uma verdadeira revolução eleitoral, uma poderosa arma de depuração da política brasileira.

Mas, como nem tudo são flores, desde a promulgação da lei, diversas decisões da Justiça, tanto no âmbito do Tribunal Superior Eleitoral quanto no Supremo Tribunal Federal, vêm resultando em sentenças favoráveis a políticos condenados, cujo registro havia sido cassado pelos TREs dos estados, através das chamadas brechas na lei e as benditas concessões de liminares, por tanto a lei ainda necessita ser aperfeiçoada, já que o processo penal e eleitoral são independentes e possuem procedimentos diferenciados.

Mas apesar dessa necessidade de alterações, sim, a lei vem contribuindo para a diminuição da corrupção em todas esferas políticas do país, haja vista que torna inelegíveis, por um certo período, os políticos que possuem processos criminais.

RSW – Qual a importância de setores da comunidade serem representados no Legislativo?

JAKSON DUARTE – No meu ponto de vista o vereador é representante da sociedade em todos os setores da comunidade, sua atuação não deve se limitar às lutas e necessidades de um determinado âmbito, devendo este se ampliar as reivindicações de todos os campos possíveis. Porém, sabemos que ter um representante de uma determinada esfera, facilita na formação das comissões, já que este por estar inserido diretamente naquele setor, possuirá maior conhecimento das suas necessidades e carências,  bem como as os caminhos e soluções para saná-los.

RSW – A sua atuação na Câmara vai depender de quem estará na prefeitura ou não? Como será sua atuação?

JAKSON DUARTE - O vereador tem o poder e o dever de fiscalizar a administração do gestor municipal, cuidar da aplicação dos recursos e a observância do orçamento, por tanto a atuação do vereador independente de quem ocupa o cargo de prefeito. Ele deve cumprir suas atribuições visando sempre o melhor para a população, minha atuação seguirá essa linha.

RSW – Como a crise política e econômica tem afetado as administrações?

JAKSON DUARTE - Essa é uma crise nacional, política, ética, moral e econômica, nela, os maiores prejudicados são os municípios, porque têm receita fixa. Tendo basicamente como fontes de renda repasses federais, estaduais e impostos municipais, como o IPTU. Desta forma os gestores municipais não sabem quanto entrará no caixa a cada mês, as receitas diminuíram e as despesas aumentaram, tudo isso limita muito a atuação dos prefeitos, que precisam manter os serviços públicos funcionando, os funcionários pagos e ainda cumprirem as leis que ditam uma série de regras na hora de gastar o dinheiro público.

RSW – Como você está se preparando para ter realmente condições de desenvolver um bom trabalho, caso seja eleito?

JAKSON DUARTE – O estudo é a base de tudo, não basta almejar o cargo de vereador para exercê-lo, o pretendente ao cargo deve se preparar para executá-lo, neste sentido, tenho buscado conhecimentos para isso, e neste contexto é preciso ter uma visão voltada para todos os setores da cidade, como a educação, segurança, agricultura, saúde, habitação, esporte, lazer, assistencialismo, entre outros, dos quais através de projetos, indicações, resoluções, pareceres, requerimentos, poderei apontar ideias para seu aditamento, representando assim de forma direta os aspirações da população de nosso município. Entendo que para legislar, fiscalizar e representar o povo, o vereador deva ter a capacidade de absorver conhecimentos e saber aplicá-los em benefício do coletivo.

RSW - Você é a favor de debate? Porque?

JAKSON DUARTE – Como professor, sou um incentivador do debate. O debate é uma ferramenta democrática, mas, para que este possa ser eficiente, os participantes devem saber respeitar os demais membros da discussão e as suas ideias. Quanto ao debate político acredito que seja de suma importância, pois através deste meio os eleitores passam a esclarecerem suas dúvidas, expõem suas opiniões e decidem quais argumentos são mais plausíveis.

 

 

 

COMENTÁRIOS