Programa Juros Zero chega a mais de 400 financiamentos para pequenos empresários maranhense
28/08/2017 23:48 em Estaduais

O programa Juros Zero, do Governo do Maranhão, se consolida como uma das principais políticas de apoio à economia do estado, ajudando a garantir empregos e saúde financeira das empresas.

Já foram negociadas 409 operações de financiamento, sendo 321 com valores já disponibilizados e 88 operações reservadas, somando R$ 6,58 milhões nos dois meses iniciais de vigência do programa.

O Programa garante financiamento para micro e pequeno empreendedores, com financiamento bancário a custo zero no valor até R$ 20 mil. Os recursos podem ser utilizados para reposição de estoque, capital de giro, reforma, aquisição de matéria prima e contratação de mão de obra. Com o Programa, os empresários têm mais uma opção para lidar com o cenário de crise nacional.

Há oito anos no mercado, Marcela Correa, proprietária de um empreendimento no setor contábil, avalia que o financiamento é importante para dar um fôlego num momento de alta inadimplência: “Temos muitos clientes com dificuldades financeiras e que estão em atraso conosco. Esses recursos serão úteis para reinvestirmos em estrutura e termos um diferencial de mercado nesse momento complicado”.

Segundo o secretário estadual de Governo, Antônio Nunes, o objetivo do Juros Zero é manter a economia equilibrada, apoiando a classe empresarial, responsável pela geração de empregos e produtora de riquezas. “O governador Flávio Dino vê no empresariado um aliado importante para a recuperação da economia maranhense. Por intermédio da classe empresarial é que são gerados empregos e renda para os trabalhadores, bem como geração de receitas tributárias, quando produzem e comercializam bens e serviço.”

O Programa Juros Zero deve movimentar até R$ 92 milhões na economia maranhense. Por meio de parceria com instituição financeira, o Governo do Estado garante o pagamento de juros incidentes sobre financiamentos para empresas de pequeno porte que efetuarem o pagamento das prestações em dia.

Mais dinheiro circulando na economia 
Além de apoio financeiro ao pequeno empresariado, o Juros Zero funciona como indutor de injeção de capital na economia. Com maior circulação financeira, a tendência é também a geração de mais emprego e mais renda.

O Programa também tem garantido a circulação financeira para além do limite financiado pelo governo, como explica o Gerente de Relacionamento do Banco do Brasil, Marcelo Botelho. Ele diz que o incentivo aumentou também outros tipos de financiamento: “Com a possibilidade de fazer o empréstimo com os juros pagos pelo governo até o limite de R$ 20 mil, muitos empresários têm aproveitado para fazer financiamento de valores maiores, já que o custo da operação, acaba saindo mais barato”.

Como aderir ao programa
Os interessados em participar do Juros Zero devem possuir empresas de pequeno porte com faturamento anual de até 3,6 milhões. O proprietário de micro e pequena empresa pode solicitar financiamento de até R$ 20 mil em qualquer agência do Banco do Brasil, munido de documentação comprobatória.

Quem pagar o financiamento em dia receberá do governo logo em seguida o valor referente aos juros da operação de crédito. Caso o interessado não possua conta corrente de pessoa jurídica, basta requerê-la junto à instituição bancária.

Mais Empregos 
Outra importante ação de apoio ao microempreendedor é o Programa Mais Empregos para pequenas empresas. Com apoio da Secretaria de Estado do Trabalho e Economia Solidária (Setres), por meio do Sistema Nacional de Empregos (Sine), o Governo garante o pagamento de R$ 500 por mês para cada funcionário contratado por empresas de pequeno porte.

São 4.000 novas oportunidades com garantia de todos os direitos trabalhistas, uma vez que a contratação deve ser feita por meio de assinatura da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) do novo funcionário.

Fonte:Secap/Agência de Notícias do governo do Maranhão 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!