Lula Indica Flávio Dino ao STF e Paulo Gonet para PGR em anúncio antes de viagem internacional
27/11/2023 10:20 em Nacionais

Neste domingo (26), o presidente Lula (PT) confirmou suas escolhas para ocupar cargos estratégicos: Flávio Dino (PSB) será indicado para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), enquanto Paulo Gonet assumirá o comando da Procuradoria Geral da República (PGR). O anúncio oficial está programado para esta segunda-feira (27), antes da partida do presidente para a Arábia Saudita.

A decisão vem após uma espera incomum, com os cargos vagos por mais de 50 dias, e reflete a preferência de Lula por figuras de peso político e jurídico. Flávio Dino, considerado favorito desde a aposentadoria de Rosa Weber, é visto como capaz de trazer um embate político de relevância ao STF.

Dino, 55 anos, ex-juiz federal, ex-deputado federal, ex-governador do Maranhão e atual Ministro da Justiça, possui uma sólida trajetória no campo jurídico e político. Sua indicação, no entanto, gerou debates entre aliados, com alguns defendendo a nomeação de Jorge Messias, advogado-geral da União, por sua proximidade com o PT.

Apesar de desgastes recentes na gestão de Dino, aliados no Senado acreditam que ele não terá dificuldades em obter os votos necessários para aprovação. O presidente Lula e outros aliados fizeram uma defesa enfática de Dino, rejeitando críticas recentes.

Quanto à PGR, a escolha recaiu sobre Paulo Gonet, 62 anos, que já conta com apoio dos ministros Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes, do STF. Gonet, integrante do Ministério Público Federal desde 1987, é sócio do escritório de advocacia Sergio Bermudes e co-fundador do Instituto Brasileiro de Direito Público (IDP) ao lado de Gilmar Mendes.

A sabatina e votação de Dino para o STF e Gonet para a PGR devem movimentar o Senado nas próximas quatro semanas, antes do recesso parlamentar. Além disso, outras indicações de Lula para o Banco Central, o Cade e a Defensoria Pública da União também aguardam aprovação, em um acordo com a cúpula da CCJ e do Senado para finalizar as votações até o fim do ano.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!