Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Novo sistema digital do Detran-MA entrará em plena operação no próximo dia 26
20/01/2022 13:21 em Estaduais

O Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA)  colocará em plena operação, no dia 26 deste mês, a sua nova plataforma digital, o DetranNet. Com a migração para o novo sistema, o órgão proporcionará mais celeridade, estabilidade e um processo eletrônico mais seguro para o cidadão, tanto em serviços digitais de autoatendimento, oferecidos no site, quanto no atendimento presencial em sua sede e nas unidades avançadas em todo o Maranhão – 25 Postos Avançados e 15 Ciretrans. Com o novo sistema, o número de acessos simultâneos de usuários ao site do órgão (detran.ma.gov.br) passará de 400 para 10 mil. Nesta sexta-feira,21, os usuários já começarão a sentir os benefícios da nova plataforma.

De acordo com o diretor-geral do Detran-MA, Francisco Nagib, essa é uma grande conquista tanto dos servidores quanto da população. “O DetranNet vem para resolver os problemas de lentidão e outras dificuldades no acesso ao nosso sistema digital, que vinha causando transtornos para todos. Agora, com a entrada em operação dessa moderna plataforma, as pessoas terão mais facilidade e rapidez no acesso aos nossos serviços oferecidos pelo site e nas nossas unidades, pois não teremos mais  instabilidade no sistema. Estamos muito felizes em oferecer aos cidadãos esta inovação digital que trará mais agilidade, qualidade e segurança à prestação de serviços e mais comodidade aos usuários do Detran. Nossos servidores também serão beneficiados, pois poderão dar uma melhor e mais ágil resposta em serviços aos usuários”, afirma o gestor.  

Segundo o chefe da Coordenadoria de Informática do Detran-MA, Jorge Oliveira, o DetranNet foi desenvolvido em parceria por vários Detrans.  “É uma ferramenta moderna que vai trazer muitos benefícios, como aumentar a capacidade do nosso Data Center e na quantidade de usuários simultâneos em nosso site. Atualmente, temos uma limitação de apenas 400 usuários e com essa nova plataforma, passaremos para mais de 10 mil usuários simultâneos, com isso teremos mais velocidade e estabilidade na prestação de serviços digitais e acabaremos com a  insatisfação do público”, explica ele. 

VeículosN

esta primeira etapa estarão interligados à nova plataforma todos os serviços relacionados aos veículos da base do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), como mudança de propriedade, primeiro emplacamento, placa Mercosul, infrações e outros. Na segunda etapa, implantada no início de abril, entrarão os serviços relacionados à Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

“Neste momento, estamos fazendo a transferência dos dados do sistema anterior para o novo. São mais de 100 milhões de registros feitos em mais de 20 anos de informações armazenadas no sistema do Estado. Com essa migração, ficaremos somente com a nova plataforma, pois não há necessidade de ficarmos operando com as duas”, explica Jorge Oliveira.

Para o funcionamento do DetranNet, foram feitos investimentos em novo Data Center, equipamentos, links e outras áreas, como treinamento para toda a equipe de atendimento e demais prestadores de serviços, como os despachantes de trânsito. O treinamento ocorreu na terça-feira,18, de forma on-line e contou com a participação de 185 despachantes de todo o estado bem como do presidente do Sindicato dos Despachantes do Maranhão, Antônio Carlos Martins; e da presidente da Federação Nacional dos Despachantes no Maranhão, Valdimeire Xavier. 

Neste fim de semana,22 e 23, ocorrerá, também por videoconferência, o treinamento dos servidores da linha de frente de atendimento e na segunda e terça-feira,24 e 25, haverá uma parada total do sistema para ajustes finais. Nestes dois dias não haverá atendimento ao público no Detran-MA e em suas unidades avançadas para finalização da primeira etapa de implantação do sistema DetranNet. Está sendo programado também o treinamento dos demais órgãos que utilizam o sistema, como Polícia Rodoviária Federal, Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), Polícia Militar, Polícia Civil e outros. Os funcionários das autoescolas receberão as orientações sobre o novo sistema na segunda fase de implantação.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!