Frente Parlamentar em Defesa das Rodovias e superintendente nacional do DNIT vistoriam a BR-135
10/04/2016 18:44 em Estaduais

A Frente Parlamentar em Defesa das Rodovias Federais do Maranhão recebeu, neste sábado (9), o superintendente nacional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Valter Casemiro Silveira, para tratar da situação das rodovias federais que cortam o estado. Os parlamentares e o diretor-geral do DNIT participaram de uma coletiva de imprensa na Assembleia Legislativa e, em seguida, fizeram uma inspeção do Km 0 ao Km 15 da BR-135, um dos trechos mais críticos da rodovia.

Antes da vistoria, o dirigente do DNIT ouviu as colocações dos parlamentares maranhenses, que criticaram a falta de atenção do Governo Federal com as rodovias que cortam o Maranhão.

Estiveram presentes os deputados estaduais Rogério Cafeteira (PSB), Eduardo Braide (PMN) e Wellington do Curso (PP), além dos deputados federais André Fufuca (PP) e Rubens Pereira Júnior (PCdoB). Participaram também o superintendente do DNIT no Maranhão, Maurício Itapary; o secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto; o coordenador-geral de Manutenção do DNIT, Fábio Nunes; entre outros.

André Fufuca, coordenador da bancada maranhense em Brasília, ressaltou que há mais de 30 anos o Maranhão vem brigando pela duplicação da única rodovia que dá acesso à capital, além de ligá-la a outros municípios. Ele informou ainda que, no fim do ano passado, foram destinados R$ 150 milhões de emenda impositiva para a recuperação da BR-135. “A Bancada Federal está unida em relação às rodovias do Maranhão”, assegurou.

O deputado estadual Rogério Cafeteira, que faz parte da Frente Parlamentar em Defesa das Rodovias Federais do Maranhão, lembrou que desde 2011 a AL vem solicitando melhorias para a BR-135 e cobrando maior atenção às rodovias federais que cortam o estado. Já o deputado Eduardo Braide ressaltou que a situação da BR-135 é um dos poucos temas que, hoje, são unanimidade no estado.

“Esperamos poder confiar nos prazos que serão dados pelo DNIT para a conclusão das obras de duplicação da BR-135. Aproveito ainda para pedir que sejam construídas passarelas no perímetro urbano da rodovia na capital e, também, que seja implantado o mais breve possível o programa BR Legal, com sinalização horizontal e vertical em toda a BR-135, a exemplo da BR-010”, completou.

VISTORIA

Após responder a questionamentos dos deputados e de jornalistas, o superintendente nacional do DNIT realizou uma vistoria no trecho da BR-135 do Km 0 ao Km 15. A ideia era que o dirigente fosse ainda no perímetro do Campo de Perizes até o município de Bacabeira, onde estão ocorrendo as obras de duplicação e, também, onde se concentram os trechos mais críticos da rodovia. Contudo, por conta da chuva, a inspeção não se estendeu. Ainda assim, o dirigente teve a oportunidade de constatar a situação dos trechos esburacados e a dificuldade que os motoristas vêm enfrentando, sobretudo no período chuvoso.

Valter Casemiro informou que obras emergenciais para tapar os buracos já estão sendo realizadas na rodovia e, dentro de um prazo de 60 dias, a BR-135 estará em boas condições de trafegabilidade. Ele garantiu, ainda, que o processo de contratação de uma nova empresa para a restauração da BR já está em andamento.

Sobre a duplicação, cujas obras do primeiro trecho (Estiva a Bacabeira) foram iniciadas em agosto de 2012 e ainda não foram concluídas, o superintendente nacional do DNIT disse que os trabalhos de conclusão serão retomados no dia 18 de abril. Já sobre o segundo trecho (Bacabeira a Miranda do Norte), está prevista a publicação do edital de licitação para julho deste ano, com orçamento em torno de R$ 400 milhões.

“Já foi determinada a retomada das obras da duplicação e não haverá mais atraso. O DNIT reconhece que os processos burocráticos atrapalham o andamento das coisas e prejudica a população. As manutenções emergenciais já estão sendo feitas e continuaremos trabalhando com agilidade para concluirmos o mais breve possível”, assinalou Valter Casemiro

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!