Regional de São João dos Patos tem o maior rebanho de caprino do Estado
27/04/2016 22:39 em Locais

 

 

A Regional de São João dos Patos, segundo levantamento da AGED, com cerca de 23.903 de cabeças, possuí o maior rebanho caprino do Maranhão. Duas cidades se destacam na região: Barão de Grajaú, com 10.325 cabeças, é a cidade com o maior rebanho do Estado e São Francisco do Maranhão, com 5.087, é a quarta na criação de caprino. Com 7.228 e 6.413 cabeças aparecem respectivamente Codó em segundo e Timon em terceiro. Logo depois da Regional de São João dos Patos aparece a de Caxias com 17.692 cabeças.

Em reunião com o Gestor da AGERP, Ednaldo Quirino, com a presença da veterinária Drª Maria Luiza, da Assistente Social, Maísa, e os técnicos do Mais IDH, Tiago Oliveira e Luiz Delmir, o Secretário de Agricultura de São Francisco do Maranhão, Luiz dos Reis, afirmou que os números apresentados não condizem com a realidade: "O rebanho de São Francisco e muito maior que este divulgado, acredito que os agricultores não estão declarando o número exato de suas criações, disse o secretário.

Em Barão de Grajau o Gestor da AGERP, Ednaldo Quirino, também este reunido com representantes do Sindicato Dos Trabalhares e Trabalhadoras Rurais, o Secretário de Agricultura, Jorge Castro, e os técnicos da AGERP, Sandoval Medeiros e Ramon, na oportunidade ficou decidido que no próximo mês de junho será realizado tanto em Barão como em São Francisco uma semana de capacitação para os criadores de caprinos daqueles municípios.

Para o Gestor da AGERP, Ednaldo Quirino, este é o primeiro passo do Governo do Estado no sentido de colaborar para a melhoria da caprinocultura das duas cidades. 

“Acredito que no futuro podemos colocar a carne de caprino na merenda escolar, com isso fortaleceremos ainda mais os criadores dessas duas cidades”, disse Quirino.

O Agrônomo da AGERP, Sandoval Medeiros, disse que há muitos anos Barão é um grande produtor de caprino, mas falta tecnologia.

“Sempre acreditei na potencialidade do município na criação de caprino, tem recurso, tem quantidade, mas infelizmente falta qualidade, afirmou Sandoval.

O Secretário de Agricultura, Jorge Castro, agradeceu o apoio da AGERP, através do Gestor, Ednaldo Quirino, e afirmou que o município caminhará junto para fortalecer ainda mais a caprinocultura.

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!